281216




@theacademy
The first movie to win the Oscar in the Foreign Language category was Federico Fellini's "La Strada" (Italy) in 1957 at the 29th Academy Awards. To see all of the posters of all of the winners over the last 60 years go to http://osca.rs/flfposters or click the link in our bio.
6.368 curtidas














Carta
De Fernanda Montenegro para Gerald Thomas





Querido Gerald, exgenroeterno,


Existem os que EXISTEM fora da “Ordem Mundial. ” O que se vai fazer? Quanto pior a barra, mais o endemoniado cria. É essa a carga que te cabe neste latifúndio. Viver na luz enviesada.

Li teu livro ousando achar que te entendo.

Te entendo?

Você aprendeu a sêr o máximo possível de si mesmo. Seja o que fôr esse “sêr.” A frase é do Nelson Rodrigues: “Aprendi a ser o máximo possível de mim mesmo.”

Sua visão sobre mim é tão bonita e só é tão bonita porque é tão humanamente, amorosamente patética.

 Gerald, lembrar aquela noite de estreia ou véspera (não lembro com clareza mais) em que você largou tudo, a barra de estreia naquele lugar e me tomou pela mão e ficou comigo naquele ante-consultório público alemão, sentadinhos ali, tão órfãos de nós mesmos, conversando nadas, eu, trincada de dor nas costelas. E você, fraterno, tão filho, parente, amigo, vizinho, solidário na dor. Esperou radiografia, exame de urina, de sangue.

Você lembrando?

Resultado? Eu chorando!

Querido Gerald, fim de mais um ano.

Você sobreviveu.

Sobreviver é coisa pra burro.

No teu livro, você se narra com extrema, honesta e despudorada dramaturgia. Você é sempre o máximo possível de você mesmo. Você não se traiu nem nos traiu.

Só te peço uma coisa:

Não me morra!!!

Até já.

Com todas as benesses para mais um ano.


Fernanda




271216











@theacademy
The Poster Art Department at Metro-Goldwyn-Mayer in 1939.
8.308 curtidas

























Você já foi  hoje?
via







Chamada

... E amanhã.... Minha tarde no Saara. Boa noite.




Yes!
Depois eu conto quem se mudou.




:D







via








O problema é que a gente reclama demais (eu). Isso é coisa de Facebook. A pessoa tem que olhar para os lados. O dia mais quente do ano, de acordo com O Globo. Fui ao centro da cidade: diabo assobiando. Assunto nos elevadores, filas etc: o calor. Todo mundo suando loucamente.


No elevador comento com uma senhora de uniforme. Ela concorda e diz que está preocupada com o marido, que trabalha numa metalúrgica e tem tonteiras de calor. Um senhor. Roupas quentes e pesadas. Cataploft. Baixei a bola.



Antes eu me dava uns chega pra lá: tem gente que trabalha com britadeira debaixo do sol, e tem gente que mora em Bangu - o bairro mais quente do Rio. Montanhas de pedra e sem verde.
Agora vou pensar nos metalúrgicos.


Chega de umbiguismo.


v       amigo australiano da Camila, ao passar pela Rocinha: "Essas pessoas não trabalham?". Ela ficou chocada e disse claro que sim. "Então porque eles moram assim?". Cataploft. Olhe para os dois lados antes de reclamar.


Se F.C. ler este post, talvez pense que estou falando dele, mas estou falando de mim, hoje estive reflexiva. Não quero mais reclamar de nada. Está dando certo assim.






Rio tem dia mais quente do ano, e sensação térmica chega a 47,7ºC.








‏@HistoryInPix
Images from Carrie Fisher's private photo collection taken during the filming of Star Wars




Fiquei imensamente triste ao saber da morte de Carrie Fischer. Assisti o primeiro Star Wars com a minha mãe, que adorava filmes espaciais - eu não*. Boio, simplesmente não entendo nada. Mas eu tinha um carinho muito grande pela atriz. Quando ainda não tinha sido diagnosticada, lia e relia o livro que ela escreveu chamado Postais do Abismo que, assim como Redoma de vidro, da Sylvia Plath, é uma biografia disfarçada de ficção.





Que ela descanse  em paz.


#parasempreprincesaleia




*A não ser Gravidade, que gosto demais. 2001 vi muito jovem, não lembro bem, e preciso rever com certa urgência.

241116












+Madonna













Clarice Falcão
Ontem às 00:54 ·
É muito estranho ver as pessoas falando do clipe usando termos como “casting”, “marketing”, “branding”, “crowd-networking-truck-liquid-trucking”. O clipe foi feito em uma noite na minha casa com amigos se divertindo, e sequer tem um diretor de fotografia. Eu fui pessoalmente comprar os adereços no Saara. Ele não tem a pretensão de ser um manifesto universal, um retrato do nosso tempo ou uma obra de arte cheia de camadas. Acho que a reação violenta que o clipe causou fala muito mais sobre quem assistiu do que sobre as imagens (imagens que todo mundo vê no espelho todo dia). O clipe não é mais do que ele parece ser: um monte de partes íntimas com adereços baratos. Se eu quisesse fazer o clipe mais revolucionário da década eu juro que tinha chamado um diretor de fotografia.
1,4 mil comentários 2,1 mil compartilhamentos
24 mil
CurtirMostrar mais reaçõesComentarCompartilhar

231216




@theacademy   A costume design drawing by Edith Head for Gloria Swanson's character, Norma Desmond, in "Sunset Boulevard" (1950).

















*(melhor fase)









@mauriciostycer
E, finalmente, Roberto Carlos voltou a cantar a palavra "inferno". Tudo a ver com 2016
@realwmarina   uhu!





Adoro saber que o Roberto Carlos está melhor. Porque as pessoas falam de TOC sem saber do se trata. É muito doloroso, um inferno. Um amigo ficava 5 horas no ponto, porque só podia pegar ônibus se a soma dos números não sei o quê. E tem a sabida história da Vendramini, que chegou a ficar 20 horas no banho, porque se ela saísse a família toda morreria. Não quero que ele sofra, porque suas músicas estão entrelaçadas na minha vida, eu gosto dele. O rei está nu, viva o rei.








Roberto Carlos me jogou uma rosa.




















Mas assistir o especial é outra história. Estou mais a fim do silêncio mesmo.




via



Essa foto é tão triste.




via


















Como não tenho metodologia alguma, fico dando voltas sem parar. Meu Deus.




Gubbio,  Itália








árvore de Natal é uma coisa super linda.







@soniabraga
SALVE A ORQUESTRA JAZZ SINFÔNICA DO ESTADO DE SAO PAULO.
PEÇO O SEU APOIO.
Não pretendemos deixar que isso aconteça e para tanto, foi criada página no facebook Salve a Jazz Sinfônica
Você pode gravar e nos enviar por email, postar na sua página do facebook ou no instagram, como achar melhor. Pode também incluir no post as hashtags #salveajazzsinfonica #todospelajazz #orquestrajazzsinfônica






@streetartglobe

Les femmes du Pape

221216




via




Não gosto tanto quanto vocês. Pela biografia achei ele desinteressante.










Relendo Um passo em falso, pela quarta vez, acho. Se antes eu imaginava o Tom Ripley como o Alain Delon, nunca o Dennis Hopper, agora só consigo imaginar o Jon Hamm. A Patricia Highsmith ficou em estado de choque quando viu o Dennis Hopper fazendo O Amigo americano. Ele é o anti Ripley. Quem consegue imaginá-lo no sofá de seda amarelo, na Belle Ombre? O Matt Damon eu gostei. E o Jude Law foi escolha perfeita para Dick.


o pequeno escritório onde Erico Veríssimo trabalhava, no subsolo de sua residência
via


via










"Nunca adota o que a massa adota. Seja aristocrata. Fique fora dessa. Não se inclua. O pensamento precisa de exclusão (esqueci a frase correta). Opera com a ideia do eterno retorno. Marina, pensa antes de achar". Falou de tautologia, nunca ouvi essa palavra. Dscp. Me sinto ignorante (de algumas coisas discordo intensamente dele). Burra mesmo. Ele diz que ignorância é sexy. Desligo o celular me achando. Ahahaha. Sexy! (Já fui)









Chega de americano.


















~cheguei baixei saravei~




via








Hoje reencontrei Flávio C., quer dizer, reencontrei é o modo de dizer, porque ele não lembrava de mim :D Não esperava que lembrasse de mim, mas de uma sessão de fotos em que eu estava presente, há 30 anos.


:S


Um minuto: contei aqui que conversei com BBrown, conservador, apesar das tatuagens, da profissão etc. Achei que daquele mato não sairia coelho. Somos todos da mesma geração. Ele tem cara de 47. Grrr. No entanto saiu coelho sim.



Conversamos, enquanto ele cantava músicas lindas. O cara tem uns pensamentos incríveis. Me sinto como se eu fosse uma equivocada. Reparo que sou uma pessoa atrasada. Com FlávioC. não foi diferente. Só que mais barra pesada. Senti toda a minha ignorância. Os dois têm um pensamento conservador. Falou de vários autores geniais que eu nunca li, fez eu sentir vergonha das minhas posições políticas (que não mudou, continuo preferindo político ruim do que pior), tinha embasamento, conhece os filósofos. As pessoas que sabem filosofia merecem tanto o meu respeito --------- a ponto de eu achar que são superiores.  







Talvez eu seja influenciável.


(cont.)






@artsxdesign Salvador Dali jumping rope, 1960s - Francesc Català-Roca // 













Parece que eu não venho aqui há anos, mas pelos meus cálculos, desde ontem. A diferença entre o tempo real e o virtual - quem é capaz de me explicar? Teve uma noite que eu não entrei. Quando eu morava na Oitis. Conclusão: vi dois filmes, li, fiz muitas coisas mesmo. Quando olhei no relógio, meia-noite. Se fosse na internet: 15 para às 3. É assustador. Hoje no ônibus, um homem pedia: "Quem tem dez centavos para inteirar meu almoço?"  As pessoas se fizeram de mortas. Não é pelos dez centavos. Fico tão constrangida, o homem querendo matar a fome. As pessoas ignorando. Por fim, uma senhora com cara de quem-comeu- e- não- gostou, deu uma moeda pra ele. Não sei se dez centavos, pode ser. O ser humano me faz passar cada vergonha!