31.05.11



via


Querido diário O veterinário disse que esse lance de multiplicar a idade do cachorro/gato pra ver quanto seria se fosse gente é a maior cascata, é outro critério, e Alice tem cerca de 90 anos. 
=O


30.05.11



Jeanne Moreau 






Sinfonia no. 5 (Beethoven)
Love me tender (Elvis Presley)
Yesterday (Beatles)
Satisfaction (Rolling Stones)
Johnny B. Good (Chuck Berry)
I feel good (James Brown)
Carmina Burana (Carl Orff)
Another brick in the wall (part ll)
Thriller (Michael Jackson)
Imagine (John Lennon)


(As dez músicas mais importantes de todos os tempos, por DJ Malboro - Do livro Os 10 mais)



Sonhei que o Marcelo Rubens Paiva tinha um filho chamado Orkut. No outro dia uma criança foi batizada Curti, vocês leram?


29.05.11
Caderno de sonhos eu escrevia na capa vermelha de um caderno escola: O diário de marina w. Tinha resolvido passar todos os meus diários a limpo. Qdo abro o caderno, vejo uma letra a lápis, miúda e infantil, e percebo que é da filha da (cantora) Maria Rita. Fico aflita tentando achar um outro igual, para trocar a capa, em espiral. A ação se passa em um cabeleireiro. 


Domingo Melhorei um pouco na madrugada de sábado, e li de uma tacada o livro da da PH, Este doce mel mal. Às quatro lavei pequena pilha de louça, com água quente e luvas. Amanhã vou fazer endoscopia. Sinto calor e frio. As gatas renovaram o contrato.


Código florestal Meu Deus, quem viu as as correntonas que arrastam árvores e animais, desmatando a floresta? País na contramão da história.


28.05.11
Cadê meu celular? Cadê meus óculos escuros?

=O


27.05.11


Para fazer hora, saí de Copacabana e fui à Ipanema, antes do dentista. Ia falar outras coisas, mas é tão complexo, vamos ficar na superfície mesmo. Então, agora que saquei a noção do tempo, entrei na Travessa, olha só, a fim do único livro da Patricia Highsmith que eu não li. Coincidência pura. Assim que entro, quase desmaio: uma pilha de Patricias, na bancada de lançamentos. Dois livros inéditos, sendo um deles de contos. Por isso peço muitas desculpas ao Lobão, mas Patricia é Patricia. Poderia conseguir de graça (S.), talvez, mas sou impulsiva, e também não saberia esperar. No outro dia a pr


- Estamos afogados em relatórios e notícias sobre nós mesmos. Com os canais de jornalismo 24 horas e a internet, não precisamos de ainda mais informação sobre nossa sociedade. Mas o romance, por existir num tempo mais lento do que o do jornalismo, é capaz de isolar todo esse ruído e dar atenção às coisas que realmente importam, aquelas que não estão sendo noticiadas.

- O leitor ideal é alguém que anda por aí sentindo que todo mundo parece saber o que fazer, menos ele, que todos estão seguros enquanto ele está cheio de conflitos, e que ninguém parece incomodado com as coisas que o incomodam.

- É encorajador acreditar que ainda há lugar no mundo para o romance, porque bons livros continuam a ser um espaço onde o mundo pode ser discutido em sua complexidade real, com ambigüidade, incerteza e humildade.

Jonathan Franzen, para O Globo




Greta Garbo - via


26.05.11
Há quatro dias tentando escrever um mísero parágrafo. Ontem, missa de sétimo dia, com padre conservador e discurso do século 19. Depois a amiga da Vera disse que eles fazem alongamento juntos na Body Tech. Oi? Sopa de aipo e batata, com o Zé. Dormindo com dois edredons. Sem vontade de sair, mas amanhã tenho agenda cheia. De noite chopes para comemorar o aniversário das Fridas. Preguiça de vida social. Volto já, neste post mesmo. Ou em outro.



fffffffffzz.jpg

via


Moda é desejo, e na coleção de inverno de 2010 já despontava o desejo de pelo. (Patrícia Veiga, estilista)

A pele esquenta, é uma delícia. A gente se sente protegida. (Costanza Pascolato, consultora de moda)

Meu casaco de peles preferido, herdei da minha avó. É de vison. (Juliana Burlamaqui, consultora de imagem)

O pelo sintético não tem o efeito de natural. Não desperta o mesmo desejo.  (Victor Dzenk, estilista)
(Revista Oh!, suplemento do jornal O Globo)





DK



25.05.11
Justiça Pimenta Neves: enfim uma notícia boa.




1. Candeia
2. Manacéia
3. Almir Guineto
4. Cartola
5. Dona Ivone Lara
6. Arlindo Cruz
7. Monarco
8. Barbeirinho
(Trio Calafrio)
9. Luiz Grande
(Trio Calafrio)
10. Marquinho Diniz
(Trio Calafrio)


Os 10 maiores compositores de samba de todos os tempos, por Zeca Pagodinho - do livro Os dez mais, de Luiz André Alzer e Mariana Claudino.








Na Na Na Na Na Na



23.05.11

via


Uma garota que trabalha com a minha filha, tem tiradas geniais ("O William Bonner estava no elevador, suei monange"). Então o amigo do meu filho saiu com uma menina. No outro dia estava sem grana nenhuma. Teve a cara de pau de mandar um email pra ela "A tua parte no motel foi 120 reais". Não sei qual foi sua reação, mas a garota que tem tiradas geniais falou: "Se fosse eu, diria: faço programa por 200, você me deve 80". Hahahaha.


Sábado nostálgico Sangria & Opium


03:00 MC voltou do show do Paul McCartney, contando que todas as pessoas da pista prime levaram cartolinas escrito Na Na Na, para quando o beatle cantasse Hey Jude. Ele ficou bolado. No final da música levou as mãos à cabeça: "Fantastic!".

Jogaram uma camiseta no palco, ele pegou, era uma camiseta do Brasil, escrito atrás: Macca.

Cariocas são bacanas.


21.05.11



Quase tudo que aconteceu Ontem no final da noite, a mãe de S. morreu. A cerimônia foi muito bonita. No mesmo dia, o irmão dele, em Brasília, capotou quatro vezes e saiu do carro ileso, pode-se dizer que o terno nem amarrotou. Gosto tanto da família Rezende, é como se fosse extensão da minha. E a vida segue. (Risadas, como se fossem 
abraços). Não tenho escrito, muitas coisas acontecendo. Diário  de uma Bipolar será relançado em setembro, revisado e ampliado, segundo a editora. L.C. esteve no Rio (L). São três da manhã. Incrível que estou vendo Tubarão, na tevê. É tão tosco. E pensar que da primeira vez eu fechava os olhos cada vez que ele aparecia, e de noite não dormi achando que poderia ter um debaixo da minha cama. Oe?

Engraçado estar assistindo Tubarão, porque faz uns meses que comecei a não gostar mais da ideia de entrar no mar. Gosto de vê-lo em fotos, me dá um tremendo frisson. Só. Sempre gostei tanto de mergulhar, subir nas ondas, nadar. Preciso falar com Alex sobre isso, porque acho que é uma metáfora. Metáfora particular. Como não posso viver sem sol, preciso ir à cata de piscinas. Vejo o tubarão, e só sinto muita pena. O oceano não pertence a ele? Reli Águas profundas; revi Interiores - gosto da fase cinzenta do Woody Allen. Lendo Lobão. Querem matar o Ronald MacDonald. Dou força.


12.05.11
Quem Suri, 5 anos, está na lista das 30 "mulheres" mais bem vestidas do mundo. Detalhe: O valor do seu guarda-roupa (Armani, Dolce & Gabanna, Marc Jacobs etc) é estimado em mais de 5 milhões de reais. MET, em Nova York, abrindo a exposição em homenagem a Alexander McQueen, páginas e páginas, com opiniões de estilistas. Vejamos as minhas. Gisele Bündchen: vestido vermelho super poderoso. Lindona, claro. Detalhe: muitas mulheres, se não a maioria, usavam caudas, algumas enormes como as das noivas. Vou pular quem não conheço, a não ser que tenha chamado muito minha atenção. Madonna: vestido de super star. Azul cobalto, com cauda, salpicado de estrelas bordadas, bem sereia. Gostei. Anna Wintour: Odeio tanto essa mulher que nem quero comentar. Pra mim ela está sempre horrorosa, e é a primeira vez que vejo ela vestida sem pele animal. Sarah Jessica Parker: vestido com gola meio rolê, parecia que estava enforcada. Iman: macacão estilo Anos 70, de paetê dourado. Original.

Naomi Watts: meio óbvio, não gostei principalmente das mangas compridas. Claire Danes: metálico, nude e muito batido. Miranda Kerr: adorei. Meio vestido de noiva curto. Dakota Fanning: exagero puro. Não gostei. Gwyneth Paltrow: branco, brilho, com fenda nas pernas. Bonito para quem tem corpão que nem ela. Renée Zellweger: fenda na perna, muito usada na festa, por sinal, ela ficou bem. Bonito pra quem pode. Raquel Zimmermann usando um vestido do homenageado. Horrível. Demi Moore: parecia uma ave preta. Rumer Willis: o filhote da ave. Lucy Liu: plumas e mais plumas. Feio. (Agora vou pular um pouco porque já estou ficando meio de saco cheio de escrever)

Pénelope Cruz: não curti muito. Jessica Alba: idem. Daphne Guiness usou um vestido McQueen que é praticamente uma performance. Horrível. Janele Monae não sei quem é, mas com certeza foi a mais mal vestida. Calça acetinada colada no corpo, camisa branca terrível, e cartola. Socorro. Stella McCartney (9 entre 10 estrelas usaram sua marca): não vou falar da minha musa, mas realmente parecia um pinguin. Ah! Madonna brigou com Stella porque achou o vestido da Paltrow mais bonito do que o dela, que a "engordou". Beyoncé usou um McQueen. Mary-Kate Olsen: de vermelho, parecia uma morta-viva, como disse a comentarista da roupa.

Naomi Campbell: estava drogada quando se vestiu? Cruz credo. (Leio num site que o vestido é do homenageado. Bom, então não curto nada que ele fez.) Plumas infelizmente estão em alta.

Cansei.

(Quero aproveitar esse momento moda pra agradecer a Fer Chaib, que me mandou via *sedex* uma bolsa linda.)




Amigo da minha filha chegando junto, na night.

- Prazer. hetero.



10.05.11




Diário de papel Todos esses dias, que parecem séculos pra mim, tenho sentido falta de escrever aqui. Porque no papel não consigo mais. O que é íntimo demais, guardo pra mim. Tenho um monte de diários incompletos, vivo mudando de cadernos e desistindo. Às vezes acho que me exponho demais, outras penso que se já contei toda a minha vida no livro, embora saiba que são coisas distintas: o livro está dentro de um contexto especial.

Estou muito tensa. Ontem aconteceram coisas diferentes, misturando tristeza e alegrias. 1) Tive um encontro com um ex-namorado, que me deixou feliz. 2) Finalmente encontrei alguém para cuidar com muito interesse da segunda edição do meu livro. 3) Estou produzindo coisas. Frila fixo. Preciso ter algum trabalho pra fazer, senão saio flutuando por aí. O trabalho me serve de âncora (essa frase saiu bem cafona). Por outro lado, minha sogra-querida está em estado gravíssimo, coma induzido, o que me faz chorar e me angustia. Pra ela, morrer seria o melhor negócio, porque ninguém pode viver sem estar de fato vivendo, e depender sempre de alguém até para beber um copo de água. Quer dizer, a vida é isso mesmo: alegrias e tristezas. Não era nada disso que eu pensava em escrever, mas foi o que acabei escrevendo.



Blog/ Arquivo Eu usava vírgula antes de etc. Não usava ponto final. Salpicava vírgulas com mais displicência do que hoje em dia.


08.05.11
O que é mesmo que eu ia falar sobre minha memória?


                                                              Feliz dia das mães!


Tá passando na televisão, ? Nunca vi. em versão curta. É comercial, mas é ele, né? :P


07.05.11
Oi, fera.





Richard Tuttle / Purple Octagonal / 1967


Madrugadona de sábado Nem parei em casa etc. Quinta, sarau na casa da Beth Carvalho, super sambistas parará. Histórias, feijoada, cavaquinhos. O mais legal foi reencontrar Dirceu Leite, e se tr


Todo mundo conhece a história, João Gilberto de madrugada pedindo pra alguém conseguir um baralho pra ele, Elba R. toca a campainha e, para sua frustração, o compositor pede para ela passar as cartas por debaixo da porta. Porém, existe uma outra versão: o que João teria pedido foi outra coisa, que por coincidência, começa com a mesma sílaba.

=P



Antonio e João

Tom Jobim estava na parada de sucessos dos Estados Unidos, com Garota de Ipanema. Um amigo foi felicitá-lo.

- Tom, que beleza, você está em segundo lugar. Só perde para os Beatles!
E o maestro, com aquele jeito que a gente conhece:
- Mas eles são quatro, né?



O músico O.Montenegro foi morar no mesmo flat onde mora João Gilberto, no Leblon. Pediu a um amigo em comum para apresentá-los, o amigo falou que era difícil, você conhece o João, é anti-social. O compositor insistiu, o cara tentou, João respondeu, baixinho:

- Sabe o que é, não gosto de conhecer gente que eu não conheço.






06.05.11
Eduardo Cândido, flauta e clarinete. Você ainda vai ouvir falar muito dele. Mas, lembre-se, primeiro foi aqui.


03.05.11

 (via flavia_cintra)


Me lembrei agora daquela história do Nietzsche. Ele estava na janela,quando viu um cavalo sendo espancado por seu dono. Foi lá correndo, se meteu entre os dois e abraçou o animal, beijando seu focinho, e chorando muito. Foi para um sanatório; no ano seguinte, morreu.

 Grace Van Cutsem
 Uhauhauhau.



02.05.11

Alguma coisa Sou fã do Garcia-Roza, mas não curti Espinosa sem saída. No entanto, indico Silêncio da chuva, um policial maravilhoso, do mesmo autor. Sábado: Dzi Croquettes. Ontem, mudando os canais, parei na GNT, estava reprisando o casamento real. Dei uma olhada. Ouvindo Paulinho Moska. No supermercado, seis laranjas orgânicas custam onze reais. Oe? Festinha na sexta. Café que começou às duas e meia, virou chope, emendou casa de amigo, e depois uma festa. Tinha uma coisa tão interessante pra contar, mas esqueci. Hoje comprei três vasos de violetas, agora que foram esquecidas de vez.



Festa

- Não tem coca zero?
- Cala a boca.


Ahahaha.

(Para Lígia, a lúcida)



Duas coisas que aprendi com meus filhos vodka no congelador não congela; o homem não foi à lua porque não teve delay.




via