26.07.02
O diretor do Sesc de Nova Iguaçu contou que aos domingos, os pais da região dão um real para suas crianças passarem o dia lá, jogando bola e brincando na piscina. O Sesc sempre precisa disponibilizar uma ambulância , que fica parada na porta, por que é sempre inevitável que os meninos acabem desmaiando de fome.

Existe algum político realmente interessado em acabar com a fome das nossas crianças? Sinceramente não sei responder. Mas sei que é neste que a gente precisa votar, por que não existe nada mais urgente do que isso.




19.07.02
"A única coisa de que me orgulho, é meu nome ter aparecido nas palavras cruzadas do New York Times. Duas vezes. Uma vez, no 17 horizontal. Outra, no 21 vertical"

Billy Wilder, ganhador de seis Oscar.



18.07.02

- Francisco, sobrou alguma foto daquelas 5x7 que pediram pra você tirar? Vai precisar para o visto.
-Tem uma na minha caixinha de dinheiro. Eu guardei a que eu estava sorrindo...

Já estou sentindo tanta saudade.


17.07.02


Entre os dias da semana,
olhada à minha maneira,
de todos o mais bacana
sem dúvida é quarta-feira.
C.D.A.


16.07.02
Brasil, América do Sul, Hemisfério Ocidental Sul, Terra, Sistema Solar, Via Láctea, fundos.

Que delícia o texto do Veríssimo de hoje.



15.07.02


Por que a latinha de Coca Light flutua na água e a de Coca Normal afunda?



Legal, a origem dos nomes das bandas. Dica do Hiro.



Essa noite tive um sonho longa-metragem e completamente doido. Para se ter uma idéia, num certo momento eu estava num ônibus, dirigido pelo João Guimarães Rosa.



Búzios, com meias e casacos. Fiquei hospedada numa casa que tinha trinta e sete pares de chifres de veadinhos na parede, alguns com a cara inteira do animal. Precisei trocar de quarto de madrugada, para conseguir dormir.



Você viu? A Manuela fez lipo e pôs silicone, antes de entrar no BBB. Eu torço pelo cowboy.

p.s. depois: eu sempre inocente, não me passava pela cabeça que o cowboy fazia aqueles troços detestáveis que se fazem nos rodeios, laçar os bichinhos. Bleargh!



Dez da noite Fui numa casa (linda) na Gávea, ver o que Rita Camata tinha a dizer. Na verdade eu queria mesmo era ver como ela pode ser tão magrinha. Estava lotado mas ficamos pouco tempo, problemas de H. com os flashes. Circulando nos salões, Danuza Leão, Tonia Carrero, Van Van, Xuxa Lopes, Denise Frossard, Marília Kranz, Pinky Wainer e as mulheres da CoopaRoca, cooperativa de artesãs da Rocinha (Tucanaram as costureiras! como diria o Zé Simão). Na verdade tinha muita mulher, não dava pra ver direito que estava lá. Rita Camata: muita vitrine para pouco depósito. Na hora da entrevista com o José Serra no Jornal Nacional, todos pararam para ver, nos telões. Saímos antes dele chegar.

Para ser sincera, fiquei ligada foi na casa.


lista
biquini, filtro solar e casaco.


                              Os escritores

                             Clarice Lispector



Agenda-mulherzinha Hoje comprei um biquini (comprar biquini gorda é de matar), comi torta de limão, embacei umas vitrines e de noite vou a um encontro só de mulheres, com Rita Camata.


09.07.02

Saí para almoçar com a Claudia. Almoçamos saladas no shopping da Gávea. Comi outra vez aquela chamada Pétala de Outono, você lembra? Endívias como se fossem conchinhas e dentro, queijo brie derretido + cebolas carameladas + alface comum + alface americana.. Copia.


No táxi, no lugar reservado ao cinzeiro, o motorista colocou duas cabeças de bonecas, uma Barbie e outra de um bebê sorrindo e torci pra chegar logo em casa.


Comprei liziantros.


"O hino nacional brasileiro é um dos grandes legados do Brasil para a felicidade humana", diz o editorial do The Guardian. Segundo o jornal, o hino do Brasil é o mais divertido e musical de todo o mundo. "Ele expressa musicalmente o que Pelé e seus sucessores demonstram no campo de futebol".


E se nós formos a família Sims de um outro planeta?



07.07.02

Marisa Monte está grávida.



brega: ser chamado de doutor quando não se é médico.




Luiz XIV, rei da França, contava com 11 mil empregados para cuidar dos jardins de Versalhes.


                                                     

                                                       Cheguei, baixei, saravei.



A. L. nos contou muitas coisas sobre os bastidores dos livros, foi muito interessante. Ela disse que no Brasil são lançados setecentos títulos por mês. Outras coisas que fiquei sabendo: vai abrir uma Fnac em Ipanema ou Leblon, outra em Brasília (no Park Shopping) e possivelmente uma em Curitiba. O problema deste grupo francês é que as lojas têm que ser realmente megas e é difícil encontrar lojas tão grandes. A da Barra tem 3 200 metros quadrados e todas têm que ter mais ou menos este porte.



Não param de acontecer coisas estranhas no país. Me disseram que a Hebe demitiu o Antonio pelo telefone :o



Fui lá na Fnac e tomei café no Fran's (saudade!). Só hoje soube que a gente pode ter casas virtuais ou cidades inteiras e F. instalou os dois jogos no meu computador e alguém me disse que isso vicia pra caramba. Depois contarei a vocês sobre minha família virtual, hohoho. Me disseram que você escolhe a casa, mobília, escolhe as pessoas que vão morar na casa, a cor do cabelo, tudo, e sai pra comprar roupas, alguém quer coisa melhor que isso? Depois que eu vou ver como é. F. também me deu uma caixa de Ferrero :) Maria Clara passou de primeira no exame e Bernardo trouxe jujubas.


Foi muito legal lá na livraria, depois comemos comida americana, no NYC.



04.07.02

Cannes Cinco, entre os filmes que levaram Leões, têm como personagem principal cachorros.



É a glória Na preleção, antes da partida dos jogos da seleção, Felipão leu trechos do livro de S. para os jogadores :)



03.07.02

Vocês viram que a Ana Maria Braga se referiu ao Zuenir como se ele fosse mulher? Pff.



Gustavo me conta que a Drew Barrymore está namorando o baterista da banda The Strokes, que é brasileiro, e provavelmente por isso que ela estava por aqui. Gosto dela por que ela é uma lutadora feroz contra os maltratos aos animais, daquelas que jogam tinta vermelha em desfile de casaco de peles.Tomara que ela se apaixone pelo Rio e venha morar aqui, ela é doida o suficiente. Beijão, Gustavo :)



Cortei o cabelo e fiz aquelas outras coisas chatas que nos fazem ficar uma manhã inteira dentro do cabelereiro. Se tiver revista pra ler, não me importo. Mas quando acaba o estoque, o Luiz Paulo tem que me segurar pra eu não ir embora no meio.

Sempre levo um livro (Como ser legal) mas prefiro ler revistas e prefiro Contigo, mas é raro encontrar uma. O cabeleireiro que eu freqüento é daqueles cafonas que querem se fazer de chiques. Servem cafezinho, mate e suco mas eu nunca aceito por que não gosto de nada disso. Então sinto que não aproveito aquele plus a mais :) O dono do cabeleireiro cada vez que eu vou lá, está com o visual diferente. Cada um mais anti-fashion do que o outro, mas ele pensa que está arrasando.

Hoje tinha Caras (a nova, sorte – se bem que Caras é atemporal :) Elle (última, Cameron Diaz), Vogue (Fernanda Tavares na capa – a mais bonita de todas), Claudia (mesma coisa de sempre), Desfile. Folheei nesta sequência. Depois, fui ler o livro. Na ordem de preferência, gosto de ler: no ônibus/metrô, cama, sofá, sala de espera/cabeleireiro. Almoçando ou jantando só revista ou segunda parte do jornal.



Saí de lá atrasada, às duas, e duas e quinze tinha que estar no Jardim Botânico para almoçar com K., que tem horários rígidos. Peguei o primeiro amarelinho e o motorista captou meus pensamentos, por que parecia um Keanu Reeves desgovernado, só que vinte anos mais gordo. Cheguei duas e quinze e quando passei pela porta do restaurante, pude ver K. caminhando de um lado para o outro. O ônibus parou no ponto mais próximo, duas quadras de distância. Saí meio que correndo – detesto me atrasar – e quando cheguei lá, ele tinha sumido.



via
Quando a gente está com pressa, sabe como é, todos os sinais estão fechados. Então tive que repintar duas unhas do pé quatro vezes; a mulher estava no telefone quando fui fazer o cheque, etc. Liguei para o celular de K. e estava dando ocupado direto. Nos encontramos por sorte, por que tivemos a mesma idéia e o almoço começou tarde e foi curto. K. é caricaturista e seus desenhos são de arrasar. Qualquer hora publico um aqui .



Comprei clorofila, com tíquetes e batatas palha para o estrogonofe do jantar. Este foi o meu dia.


As coisas banais são as mais sublimes por que delas são feitas a nossa vida.


- Pepino não parece inreal?
- Irreal.
- Por que você acha?
- Se diz assim.
- Não, por que é que você também achou que pepino parece 'inreal'? Eu também. A gente olha e vê um pouco do outro lado, é cheio de desenho bem igual, é frio na boca, faz barulho de um pouco de vidro quando se mastiga. Você não acha que pepino parece inventado?

(Paulinho e sua mãe Clarice, "Come, meu filho", in: Felicidade Clandestina)


Correspondência eletrônica

Domingo, dia do penta, a atriz Drew Barrymore jantava olimpicamente no Fratelli do Leblon acompanhada pelo que parecia ser um namorado e um casal amigo. Linda, sem maquiagem, de jeans e camisa branca. Legal ver alguém que já passou por tantas rebordosas assim tão bem. Quem conhece um pouco da trajetória tumultuada da moça, sabe que ela já deve ter comido o hambúrguer que o diabo amassou. Isso sem falar que hoje, em Hollywood, Drew produz seus próprios filmes. Não vi nada na imprensa a respeito da presença dela no Rio. E vc ? 
Um beijo, Ayrton.


O lance mais lindo da Copa

100% Jardim Irene.
Grande Cafu.


01.07.02
Hoje peguei o ônibus de sempre mas com uma pequena diferença, alguns deles agora vêm com ar condicionado. Acredite que o cobrador usava um brinquinho de argola e cabelo parecido com o do Berkham, camisa social e gravata. O motorista, que misturava ginga carioca e educação esmerada, me agradeceu quando eu disse que onde deveria se ler Ipanema se lia São Cristovão. "É o penta", ele falou com um sorriso, enquanto rodava a manivela. Dormi tanto no fim de semana que, por um instante, tive dúvidas se aquilo era sonho ou vida real.


Copa, after day
Jogar as cornetas no lixo. Por favor.