28.02.02



Cecil Beaton, Paris, 1948



A vida é muito estranha, não é não?


O mais refinado psicólogo das paixões do coração Henry Beyle morreu em 1842, em Paris, após ter tido um ataque apoplético na rua. Curiosamente, havia escrito em um de seus cadernos: “Não vejo ridículo algum em morrer casualmente na rua”.

Beyle usou diversos pseudônimos, quase 50 – Dominique, Lamartine, Barão Dormant, A.S. Champagne... E foi como Stendhal que escreveu O Vermelho e o Negro.


Olha só, eu não sabia disso. Também nunca li O Vermelho e o Negro, embora eu tenha uma edição de sebinho na estante. Talvez faça isso hoje. Li no Mui gats.





Naomi Campbell, Mike Tyson e Don King - 1989 Bruce Weber 


Off As Organizações Globo anunciaram a contratação do economista Philippe Reichstul (ex-presidente da Petrobrás) para assumir o comando do seu processo de reestruturação. Esse processo visa dotar as Organizações Globo de uma estrutura societária, organizacional e de capital adequadas para continuar em bases sólidas a manter a liderança do setor de mídia na América Latina. Philippe Reichstul assume inicialmente a Presidência da Globopar com amplos poderes dados pelos acionistas para essa reestruturação e para liderar as Organizações Globo no desafio de continuar a crescer no mercado nacional e internacional.



27.02.02


 Sinto vontade de chorar quando penso na Dolly e sua artrite. Acho que decididamente nasci no século errado.





Na sua deliciosa crônica de hoje no Jornal do Brasil, Fritz Utzeri lamenta o desaparecimento do The End nas telas de cinema. E se espanta quando entra nos créditos o best boy. Ele está super curioso pra saber que função é essa. Se você souber, escreve pra ele (fritz@jb.com.br), que ele te dá um exemplar do seu livro de crônicas. Corre! :-)

(Será que não tem a ver com o que a gente chama de boy, aqui no Brasil? Sei lá.)

Uma vez almocei sozinha na Colombo, de Copacabana. Como era muito cedo ainda, só duas mesas estavam ocupadas. Em uma, eu. Na outra, Lygia Fagundes Telles com um amigo. Qualquer bobagem me deixa feliz.



26.02.02
Pode-se falar mal do Governo do Rio de Janeiro? Ou do Brasil? Não, porque simplesmente não há governo. O país está totalmente desgovernado e salve-se quem puder. No Rio, está todo mundo com dengue. Quem tem, ou teve, diz que não há dor pior. Agora você imagina você ter esses sintomas infernais e mesmo assim ter que enfrentar 9 horas numa fila de hospital. Super homem, Batman, Mulher Maravilha? Isso tudo é café pequeno. O verdadeiro herói do planeta é o pobre brasileiro (perdoe-me esse final tão óbvio, clichezado, mas não pude evitar)


Como se escreve zero em algarismos romanos?


Casa dos Artistas Vou contar a verdade: Eu queria ser a Ellen Roche. Ela não é uma boneca? Tô falando sério, meu bem. Se um extraterrestre dissesse, mostre-me uma mulher, poderíamos mostrar a Ellen Roche. Ela é toda feminina, não é? O fã clube dela tem 3 mil membros, todos cairam na risada quando ela disse isso mas ela não entendeu. Tolinha. Ai, como deve ser bom ser a Ellen Roche!


17.02.02
Boa notícia A caça à raposa foi proibida na Escócia :)




Lendo o novo Pasquim, número zero. Sinceramente, desejo boa sorte.


Conheço várias pessoas que têm ou tiveram dengue, uma, inclusive, hemorrágica. Meu irmão, médico, diz que as mortes não param de ocorrer , em vários hospitais do Rio, e o "governador" insiste que são apenas seis o número de casos fatais.


Classe "Cafona, brega, cachorra, vagabunda!" (Narcisa Tamborindeguy para Adriane Galisteu, na Avenida)

Quando o poeta Murilo Mendes trabalhava no Banco Mercantil, na década de 20, diariamente, ao chegar, tirava o chapéu e cumprimentava o caixa forte, a quem considerava seu verdadeiro patrão.


10.02.02
Sonhei que tinha me mudado para um lugar chamado Aldeia dos Abacaxis.


09.02.02
Sabia que a loteria esportiva acabou?


Como Amélie, eu também gosto de afundar minha mão naqueles sacos enormes de cereais que ficam na porta da mercearia.


08.02.02
Essa noite tive um sonho sensacional: sonhei que ciceroneava Madonna e Lourdes Maria no Rio.


07.02.02


Arthur Elgort




Washington O. deu uma entrevista coletiva que foi ao ar na íntegra na GloboNews. Entre outras curiosidades ele (que não conseguia conter a euforia por estar vivo) disse que todas os apartamentos do seu prédio têm flores enviadas pra ele, porque só sua casa não deu conta de guardá-las. Muito bom saber que ele escapou dessa (seqüestro comum ou seqüestro político, isso não importa - os dois são hediondos) mas seria muito bom também que a polícia estivesse mobilizada para outros crimes iguais de pessoas não famosas, que sabemos, tem um monte por aí.


06.02.02
BloWg: um blog que tá com a gasolina na reserva mas não pára :)


"Se o lar da Tarsila / Vacila / É pelo angu / da Pagu".

Patrícia Galvão, a Pagu, por quem Oswald - que gostava de ser chamado Oswaldo - de Andrade se apaixonou, deu fim ao seu casamento com Tarsila do Amaral, casando-se com a poeta num cemitério.


05.02.02
"Não preciso de dez mandamentos para viver, me basta só um: não interferir na vida dos outros"
"Vinicius é o único poeta brasileiro que ousou viver sob o signo da paixão. Quer dizer, da poesia em estado natural. Foi o único de nós que teve a vida de poeta. Eu queria ter sido Vinicius de Moraes "


Carlos Drummond de Andrade


04.02.02
super lotação Meu vizinho de quinze anos me diz que quer fazer um blog. "Por que?", pergunto. "Porque está na moda", ele diz. Arghh.



                             Os diretores
Roman Polanski - Tess