Adélia Prado



Como são lindos os casamentos longos, onde o amor não termina nunca, a louca intimidade das dores de garganta.