O primeiro homem que insultou outro, em vez de tacar uma pedra, inaugurou a civilização. Freud, via Monica M.








21:00 Hoje foi puxado, puxadíssimo, mas no final deu tudo certo. Quando nos despedimos, o gerente do banco mandou um beijo no ar, um estalinho, ctz de que foi sem querer, como quando eu ligo pra farmácia e no final do pedido digo "Obrigada! Um beijo!". Saí de casa sem perceber que estava chovendo fino. Todos os dias chove no Rio. Quando cheguei na portaria vi que não passava de um chuvisco, e na banca mais próxima comprei um guarda-chuva estragado por 8 reais. Não usei: os pingos grossos voltaram a ficar finos. (Força para o Luiz Felipe L., nessa batalha terrível.) Chove grosíssimo agora. Passei roupa e fiquei com dor na lombar. Listinha de supermercado com C., sapato Amelie Poulain, muito usado e provocando machucados. Estou claramente fazendo um post enche-linguiça. Depois de dias comendo só verduras e legumes, vou fazer um espaguete que o fotógrafo ensinou. 





via angela f




















21.1.16



Nelson Sargento












Quinta                       O sol voltou hoje, quase às seis da tarde. Vi a Amora Mautner no Shopping da Gávea. A Pinky Wainer também. Corta para loja de cafés -------  capuccino e um curto: amizade é aquilo que se guarda no coração para sempre. Estou toda enrolada, mas vou desenrolar amanhã. Papeladas, bancos, juros que não facilitam. Afivelar mochila. Post it: regar as flores amarelas a cada dois dias. Economia de guerra. 




nonsense












21.1.16















A teus pés na íntegra.









Ted Hughes traduzia de Racine, Garcia Lorca e Sêneca.
















Minha mãe se chamava Lucy mas pedia pra gente chamar ela de Teresa.
















albinho


lucy e alda





















Parabéns, David!


#70









A quantidade de penas que existe nos desfiles de Carnaval, e não são sintéticas, faz com que seja uma das festas mais cruéis do mundo.

Deveria ser proibido usar penas não sintéticas. O efeito é o mesmo. E mesmo que não fosse.












Caderno de sonhos  Antonio Fagundes dando um curso sobre Guimarães Rosa, cada um faz um trabalho sobre uma parte de um livro, não consigo fazer, me enrolo, vou trocando as palavras por sinônimos, ele diz que é para resumir, todos têm facilidade, peço pra fazer em casa, ele diz que tudo bem, mas que já saio com pontos perdidos.





19.1.16



como saberemos que já é natal, com a falencia da leader magazine? (tom leão)



















Aos poemas que acabava de escrever, Kenneth Koch costumava fazer algumas perguntas, antes de atirá-los ao mundo ou ao lixo:
"Diz algo que eu desconhecia antes de me sentar para o escrever?" 
"É um poema que eu invejaria se outro poeta o tivesse escrito?"
"Ficaria feliz em ir para o céu com isto bordado no meu casaco angelical como visto de entrada?"

(via Carlito Azevedo)








18.1.16







Se beber, não escreva.





Fui à casa de C. beber caipirinha de abacaxi com vodka francesa. Já adoro antes de provar. Porque sou sagitariana. Fiquei flou, como diria M.S., enquanto lançava os vinis pela sala e gritava"Eu pago depois!". Subi a ladeira trazendo flores amarelas, e pensando no meu amor me dizendo coisas, há tantos séculos: em determinado momento não conseguia mais ouvir. Não havia ninguém no bar, no bairro, na cidade: close na sua boca e impulso. 











@natgeo








Então eu resolvi mesmo fechar meu blog. Colocar cadeado. Um amigo vai me ensinar como. Já sei como é.  Pessoas receberão uma senha. De uma outra vez que eu disse isso, alguns leitores escreveram etc. Mas sei quem lê meu blog, tenho uma lista imensa de 15 anos de emails. Vou me sentir bem melhor. Tenho uma dezena de trolladores (ou menos - as pessoas estão sempre mudando de nome. Todo anônimo é um covarde, diria Nelson Rodrigues, hoje) Prefiro. (...) Eu sei quem lê meu blog, distribuirei senhas, alguma coisa assim. Não me escrevam. 







Qual o limite do humor? É o nosso limite pessoal. Achei um horror.






18.1.16








Hoje peguei ônibus com cobrador. Era uma mulher. Me disse que ainda não foi para o olho da rua, mas vai, todos vão. E não estão recebendo o dinheiro da demissão como deveriam porque as empresas de ônibus ( top das grandes vilãs da cidade) "não têm dinheiro". Me contou que os cobradores têm que trazer dinheiro de casa para dar troco. Cinquenta reais. Na hora que termina o experiente pegam de volta. Não queria que meu pecado capital fosse a ira. Porque cansa muito.

Semana passada eu estava tomando chope com meu amigo. Chegou um cara doidaço pra filar um cigarro. Disse que era o Michael Jackson brasileiro. Pedi pra ele mostrar. Ele deu uma dançada, que estava mais para Seu Boneco. Eu não entendia muito bem as coisas que ele falava, estava interessadíssima, e meu amigo sinalizava pra eu por um fim naquela conversa. Disse que gostava de incendiar carros, principalmente os importados. 

Estou na cama, no laptop, relendo Carol e com preguiça de terminar o post.


16.1.16


































Cafi






Hoje conheci C., ele é tão engraçado! Pendurado no guidão da bicicleta, dentro de uma sacola transparente, um pote da Kibon. "Sorvete?" - perguntou o compositor. "Tóxico". Me deu duas receitas. Rimos muito, e depois cada um de nós foi cuidar da própria vida. 


Os ônibus do Rio estão sem as cadeiras e bancadas dos trocadores. Foram arrancadas. Todos estão sendo demitidos. O Zoo fechou com os animais dentro. Roubaram as escavadeiras de Mariana. Queria que essas coisas não influenciassem tanto no meu humor.

Meteoro, vem.


















14.1.16


@barangurte 
Este filme apresenta conteúdo adulto,  como:
- pegar filas
- pagar boleto
- ir trabalhar gripado
- olhar pro nada pensando em erros passados









Macaca

@susanavieiraoficial






















Acho tão louco chamar pai e mãe de senhor e senhora.








Caderno de sonhos Eu pedia pro Chico Buarque participar do meu livro, ele escrevia a parte dele com a mão em vários papéis, estava falando de Capitu, uma observação em cada folha, eu não estava entendendo nada, então perguntei como podia fazer pra falar com ele caso tivesse alguma dúvida, ele anotou o email na toalha de papel do bar, o anti-Chico, sorrindo e solícito, só pediu pra que eu nunca usasse o 6 gordo  na página dele, mas um 6 de risco fino. 

Depois perguntei numa roda de taxistas quem fazia preço fechado. Uma mulher disse que sim e cobrou 30 reais pra me levar em casa. De repente percebi que eu morava muito perto e podia ir a pé. Ela disse que tudo bem. Elogiou a praia em frente à minha casa. Praia recorrente nos meus sonhos: com pedras e mar calmo. Todos os meus sonhos têm mar.

Quando o Chico já estava indo embora perguntei qual seu prato predileto. Ele disse: Presunto. "Presunto de Natal?" "Não, presunto mesmo, em fatias finas". 

"A gente sonha coisas tão loucas, não é, Francisco?". Logo após senti o mal estar.





13.1.16



set



Diane Keaton kissing Jack Nicholson










ottomatopeia

















São Paulo, ontem. Foto Ignacio Aranovich












Madonna: Tributo a David Bowie.
link via Julio Gallo












12.1.16




A classe dos reaças.












Leblon


















Um país onde o povo não pode fazer manifestações não é regido pela  democracia.















Ricardo Coimbra ‏@coimbraricardo
muito legal esse conceito da PM de bater nas pessoas para evitar que haja violência: é o espancamento preventivo











via the_real_iman








17 vezes Bowie.








Estou bem furiosa comigo por não fazer a coisa certa. Vou arrumar a casa para esquecer. Arrumo tudo todos os dias, quando eu olho, bagunça esplêndida. Fisio e pilates. Estou tão sem paciência para tudo que nem quero que a corretora me ligue:procedimentos. Sem A. as coisas pioram. Vontade de escrever umas coisas no caderno, mas não consigo mais escrever com caneta. Fico logo cansada e não consigo manter a letra bonita. (...)  Pronto escrevi textinho que configura blog.













Via @paulocandido

É por essas e outras que eu te amo, Darín.