Jean Cocteau e o fogo:
Eu já amava o verso de Jean Cocteau que diz: "Sou um fogo de palha que dura", verso que me foi soprado pela Laura Taves. Agora vem o Eduardo Jorge me lembrar que, indagado sobre o que salvaria do Museu do Louvre em caso de incêndio, Cocteau respondeu: "O fogo."

via Carlito Azevedo (sempre)