Museu lindo.
@masp_oficial
















Eu ia falar de uma assunto X, mas comecei contado como as coisas são difíceis pra mim, cheia de obstáculos, e quis mostrar que até em viagem de lazer é assim.



Repara:


No ano anterior a esse fui à Nova York com a minha filha. Estávamos na Forever 21, quatro andares. De repente me dei conta de que, na hora de experimentar roupa, deixei a bolsa em cima do balcão. 


Pensa:


São 4 andares lotados. E eu querendo minha carteira que continha dinheiro, cartão de crédito, assistência médica, passaporte e chave do hotel. Pas-sa-por-te. Enquanto minha filha fazia compras, eu ia naquele meu ritmo alucinado, mas aos poucos minha alma vai descolando do corpo e eu me faço de vítima para o Universo. Procurei a loja inteira. De repente, apareceu um segurança e me deu a bolsa. Ele disse que foi um milagre. 



No
dia
seguinte


Fomos a Macy's. Experimentávamos roupas maravilhosas, de repente eu me toquei de uma coisa. Perdi minha bolsa.


Sim, numa loja e no dia seguinte outra.

O pesadelo foi melhor, porque saí pela loja feito alucinada direto pro Achados e perdidos, e estava lá.



Quando eu digo que ser eu não é para amadores, é por causa dessas coisas. De lascar.