via






v  Gabriel [ver Diário] contou que quando seu avô estava hospital, morrendo, olhou pra ele e falou: "Eu sempre achei que alguma coisa ia acontecer, cair do céu. Não cai".



Por isso (acho) que ele levava uma vida tão aventureira, chegou a ser preso na África. Colhedor de uvas em Roraima, cozinheiro em Paris, muitas coisas explosivas. Tinha vários passaportes. Subversivo, exilado. Uma honra ter namorado ele.















Vivi poucos romances, mas todos muito interessantes.