+Madonna













Clarice Falcão
Ontem às 00:54 ·
É muito estranho ver as pessoas falando do clipe usando termos como “casting”, “marketing”, “branding”, “crowd-networking-truck-liquid-trucking”. O clipe foi feito em uma noite na minha casa com amigos se divertindo, e sequer tem um diretor de fotografia. Eu fui pessoalmente comprar os adereços no Saara. Ele não tem a pretensão de ser um manifesto universal, um retrato do nosso tempo ou uma obra de arte cheia de camadas. Acho que a reação violenta que o clipe causou fala muito mais sobre quem assistiu do que sobre as imagens (imagens que todo mundo vê no espelho todo dia). O clipe não é mais do que ele parece ser: um monte de partes íntimas com adereços baratos. Se eu quisesse fazer o clipe mais revolucionário da década eu juro que tinha chamado um diretor de fotografia.
1,4 mil comentários 2,1 mil compartilhamentos
24 mil
CurtirMostrar mais reaçõesComentarCompartilhar