Jurei a mim mesma parar de reclamar. Por isso leio as notícias por alto, evitando me deter em assuntos como ministros misóginos. Facebook não tenho faz tempo, o ruído é tão alto que parece ter som. Porém. Estou super mau humorada. Vejamos: desde os meus 20 anos só morei em lugares onde o silêncio era absoluto. Das oito casas, duas davam para uma reserva florestal. Em Brasília morei na penúltima casa do Lago Sul. Considero o silêncio o maior dos luxos. Por isso não tenho televisão, e ouço pouca música. Então vim morar num bairro adorável, lindo. Não sabia que em frente ao meu apartamento haveria um ponto de ônibus e outro de carga e descarga. É tão insuportável, é insuportável demais. Não para nunca. Tenho vontade de entrar no Zona Sul apontando um fuzil. Klebér, me ensina a morar dentro de mim. Para coser para dentro, como Clarice.