Aqui onde indefinido
Agora que é qua-se quan-do
Quando ser leve ou pesado
Deixa de fazer sentido


Aqui de onde o olho mira
Agora que ouvido escuta
O tempo que a voz não fala
Mas que o co-ra-ção tri-bu-ta


O melhor lugar do mundo é aqui,
E agora

(...)

Aqui perto passa um rio
Agora eu vi um lagarto
Morrer deve ser tão frio
Quanto na hora do parto


Aqui fora de pe-ri-go
Agora dentro de instantes
Depois de tudo que eu digo
Muito embora muito antes


O melhor lugar do mundo é aqui,









Henri Matisse na cama com seu gato - 1950, Cartier-Bresson