Sábados Fui fazer mão e pé em um cabeleireiro do bairro. Três mulheres enfileiradas. A mais velha, dona de uma loteria esportiva, diz que contratou um segurança matar um menino de 14 anos, que vivia rondando. Menino do morro, que causava arruaça. "Mandei e mandaria de novo". A outra, nas entrelinhas, mostra sua simpatia por Marcos, do BBB. "Você pensa que a garota era santa, é? De santa não tinha nada". Eu tento explicar à manicure o que entendo por misturinha.










set Central do Brasil