6717

Domingo --------- Acabou a luz, penso que pode ter dado um curto outra vez, vou na casa da minha amiga, grito do portãozinho, está sem luz mesmo, ufa, entra, não, tenho que terminar trabalho, entra, estou com comida no fogo, odeio cozinhar, eu também, grão de bico, adoro, volto pra casa, cinco minutos depois ela bate na porta: uma tigela de grão de bico e outra de salada. Zona Norte é amor.


Tenho que renovar meu passaporte para o casamento da minha filha. Amanhã é pauleira. Fico adiando coisas chatas, dentista; doutor Roberto; tinta pra pintar o cabelo. Saudade do meu desktop. Anjo se passando por pessoa: C. Aqui não sei publicar a foto do mar que a Angela bateu. Reservo. Lavar louça, porém preguiça. Fiz feijão. Post que enrola. Balada do café triste.


Pergunto para C. Se ela também não para de pensar um minuto. Ela diz que sim. Coisas que precisa fazer, providências a tomar. Que inveja dos pensamentos banais.