Ovelha na névoa
Colinas mergulham na brancura.
Estrelas ou pessoas
Me olham com tristeza, desapontadas comigo.
Um fio de hálito fica no caminho.
Ó, lento
Cavalo cor de ferrugem,
Cascos, sinos doendo –
A manhã toda
Manhã ainda escurecendo,
Essa flor ao relento.
Meus ossos sentem um sossego, os campos
Distantes dissolvem meu coração.
Eles ameaçam
Me abandonar por um céu
Sem estrelas e órfã, água escura.
Sylvia Plath
.