baryshnikov
 patty smith

Notícias do Bananão

Rio de Janeiro, ontem.

O problema é que são poucos respiradouros, e eles não podem ser desperdiçados por pessoas desse naipe. Ontem inauguraram um supermercado popular no Maranhão. Eu sinto tanto ódio. Virei uma Odete Roitman, praticamente.
Ao vivo na CNN Brasil: William Waack analisa protestos antirracismo.

@subversiva
É tipo a Suzane Von Richthofen fazer uma participação especial em A Grande Família
Quote Tweet



Sonia Braga, Paraty, 1978 - Antonio Guerreiro

29520

Deborah Feingold,
robert lebeck





@BarrettaMarcela
Smartfit - cancelamento

A academia Smartfit tem uma cláusula de cancelamento, segundo a qual, pode ser cancelada a qualquer momento, com 30 dias de antecedência. Porém, presencialmente.
Todos sabemos que as unidades estão fechadas e o Sr. Corona está jogando com isso.

                                      Michael Kauffmann, The Lovers, Magritte

Fui ao cais, pela primeira vez a capivara estava bem perto de mim, rolou na água, ficou de barriga pra cima, e depois estática e de perfil, como se aguardasse um fotógrafo especializado. As garças cor de rosa e os gaviões, as montanhas, o sol e a lua, o céu sem nenhuma nuvem, o prédio abandonado em S, no meio da mata.

Gilberto Dimenstein
:\
o novo normal



Fogo de palha Marquei todos os cursos que queria fazer na Casa do Saber, e não fiz nenhum. É muita oferta, mimimimimi. Mas não posso culpar a internet, a quarentena ou os tempos atuais. Sempre fui assim. Lembro de ter ficado doida pra comprar o cd da Tracy Chapman (na verdade LP), rodei a cidade, estava esgotado, finalmente achei: nunca ouvi. O mesmo com o cd das trilhas sonoras do Woody Allen. Nas locadoras, alugava 5 filmes pra ver no feriadão, colocava o primeiro, trocava por outro e mais outro, e muitas vezes devolvia todos sem ver. Na Netflix, fico escolhendo uma série até pegar no sono. Agora estou com vontade de aprender astrologia, desde a hora que ouvi a Claudia Lisboa falando sobre Saturno e seus anéis de gelo. Vamos acompanhar.


28520




via

@mayara_godoy
Saber que dia da semana é é tão 2019.
de nota de repúdio o inferno está cheio.

Go! Me tornei especialista em paçoca. Caetano, me liga. A melhor é a de açúcar mascavo, marca Da colônia. Mas prefiro a diet por motivos óbvios.

Desde janeiro não como nada de origem animal. Virei vegana? Não. Como queijo, manteiga e ovos que compro de pequenos produtores.* Já resisti a várias coisas, de lá pra cá. Pizza, bolo inglês, ovo de páscoa e brigadeiro. O mais difícil foi uma torta de chocolate com flor de sal. Porém, o prazer que eu sinto em não comer é muito maior do que o de comer. É uma sensação incrível. Estou dizendo isso porque é difícil viver sem queijo e ovos, principalmente queijo, mas se você achar produtores conscientes na sua cidade, que têm meia dúzia de vaquinhas, e galinhas andando livres pelo quintal, o sacrifício passa a ser nenhum. Vontade de comer doce? Como uma colher de mel (também de pequenos produtores), doce de banana que faço muito rapidamente, ou paçoca (daí o vício). Estou muito feliz mesmo, já não sinto a menor falta, me dá uma tremenda satisfação, e quando as coisas voltarem ao (novo) normal, e eu for à uma festa infantil, basta dizer as palavrinhas mágicas: sinto muito, sou alérgica! Porque assim ninguém fica constrangido. Dizem que comer é um ato político. E é.


*compro um queijo redondo, grande, e custa muito menos do que um triângulo no supermercado! E tem intermediário, hein? Só que eles não são gananciosos.





Ontem na live (tema: música de novela), a TT começou a cantar uma música do Djavan, daí as pessoas começaram a escrever djavan é bolsonarista, eu mesma escrevi djavan é morista, e ela ficou muito chateada e explicou que ele não era, que tinha apenas dado uma entrevista infeliz desejando sorte ao novo governo, que ela também tinha achado o fim, mas bolsonarista ele não era, como "certos artistas", que aquilo era um absurdo, fake news, e apareceram bandeirinhas do Brasil (não vejo por que o algoritmo do meu instagram não permite ver bolsominions, graças a Deus), e nunca tem gente assim por lá, ela anotou os nicks pra bloquear, é tudo muito paz e amor, ela ficou muito nervosa e resolveu terminar a live ali, com duas músicas do Djavan.



a live mais bem frequentada do Brasil, inclusive pelo Lula, tutu pon?
ralph crane
brigitte e moreau
ted russell


via @chicobuarque
#90
Parabéns!
Grande Tony Tornado!
💘